sábado, 16 de março de 2013

Não quero.

Não quero ter sempre a razão.
Não quero ser a responsável por tudo.
Não quero ser a detentora da razão.
Não quero ser a babá de adultos.
Não quero ter algo que não me diz respeito.

Quero ser simples.
Quero ser a jovem.
Quero ser eu.