sábado, 4 de agosto de 2012

Derramando ácido.

Hoje estou naquele dia em que a vontade de sair arrancando as cabeças das pessoas com as próprias mãos é tão, mais tão grande, que acho melhor eu nem sair de casa. A revolta é muito grande aqui. Sabe quando se fica saturada e uma pitada a mais te faz transborbar ou simplesmente, cair ao fundo? Estou assim.

Mantenha distância.

Nenhum comentário:

Postar um comentário