segunda-feira, 26 de julho de 2010

Uma hora a maré tem que recuar.



Cheguei de férias na semana passada, e percebi o quanto amadureci em relação aos anos passados. A última vez que fui a esse lugar foi a 3 anos e meio atrás. Eu conheço esse lugar desde que nasci, aliás, pensava conhecer.

Eu sempre me julguei saber sobre tudo e todos, mas a realidade era bem diferente. Deixava-me levar mais pelas más impressões do que pelas boas, desde a minha infância eu agia assim. Agora não. O que eu pensava ser meu pesadelo, virou meu maior sonho. A vida é feita disso.

Sinto-me grande como pessoa, como cidadã, como Giovanna. Sinto-me feliz por poder observar e sentir com mais fervor as coisas boas. Sinto-me feliz por ter voltado de uma maneira nova. Sinto-me feliz por as pessoas terem uma melhor impressão sobre mim. Sinto-me feliz por a maré brava ter recuado.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

Férias, doces férias.


Essa semana entrei de férias e dei um descanso a minha mente. Sábado viajo. Não é para o lugar que eu queria, mas tudo bem; o importante é eu me divertir e curtir. Vou pegar um sol na praia e tentar fazer minhas pernas deixarem de ser tão brancas.

O último dia de aula desse primeiro semestre foi marcado por uma festa junina exclusiva da minha turma. Dancei quadrilha, comi paçoca e me diverti muito. Sinceramente, esse povo irá fazer falta nos próximos dias e nos próximos anos. Pretendo guardar as boas lembranças, e deixar as más de lado. Esse é o melhor. E vale lembrar: o que é bom acontece poucas vezes para que se torne especial. São momentos como o de hoje que adoçam minha vida.

O que eu tenho a dizer é: Turma, amo vocês! Ótimas férias! <3