domingo, 30 de maio de 2010

Aos 17.

Bom, achei que minha vida seria uma eterna monotonia e que nada poderia mudá-la. Doce engano. A partir desse ano eu resolvi fazer o possível para tornar-me uma pessoa mais ativa, participativa, mais aberta, mais divertida, mais retardada, mais livre, mais eu. Sim, no fundo eu sempre fui tudo isso, mas não deixava isso exposto. Talvez eu me envergonhasse ou tivesse medo. A verdade é que o jogo virou.

Na última quinta-feira eu completei 17 anos, e resolvi fazer um feedback do que havia feito até então. Descobri que neste ano eu tinha feito mais coisas do que no restante da minha vida inteira. Eu na realidade havia deixado de fazer tantas coisas. Prendia-me a coisas tão pequenas e tolas, e deixava de ver a imensidão existente ao meu redor. No fundo eu tinha medo.

As coisas mudaram de uma maneira tão fascinante. Sinto-me tão feliz de estar assim, mais aberta ao mundo e sem medo de arriscar. Tenho dado mais risadas, brincado mais, me divertido, aprontado e tantas outras coisas. Definitivamente eu me tornei uma sapeca serelepe. Eu gosto de ser assim, mas mais que isso, é bom eu me assumir o que eu sempre fui por dentro. Ser feliz é bom.

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. É assim mesmo que as coisas tem que ser Gio. Nem tudo pode ser do mesmo jeito para sempre e inovar, ou no caso, ser você é o melhor caminho para mudanças. Me sinto feliz por estar fazendo parte dessa nova fase da sua vida. Aos 17 muitas coisas ainda poderão acontecer, principalmente se depender de mim Senhorita Sapeca.

    ResponderExcluir